A história do Batom

A história do Batom

Dados Históricos:
Sabes como surgiu o Batom?

(^_^) Cleopatra, a faraó mais famosa do Egipto, utilizava besouros de carmim esmagados para maquilhar os seus lábios com um tom vermelho vibrante.
(^_^) O Batom ganhou popularidade no Séc. 16 graças à Rainha Elizabete I e às senhoras da sua corte, que maquilhavam os seus lábios com cera de abelha e mercúrio vermelho.
(^_^) O primeiro batom chegou ao mercado em 1915.
Um estudo diz que em média a mulher come cerca de 4 a 6 quilos de Batom durante uma vida ao lamber os seus lábios. Agora é mais fácil perceber porque é que o batom desaparece quando acabamos de almoçar ou jantar!
(^_^) Durante a Idade de Ouro islâmica, o médico árabe-andaluz e químico Abu al-Qasim al-Zahrawi (Abulcasis) inventou batons sólidos, que consista em perfume e outros ingredientes pressionados em moldes. Ele descreveu o processo no seu texto, na sua enciclopédia de medicina e cirurgia, o Al-Tasrif.
(^_^) Em 1770, o Parlamento Britânico aprovou uma lei que afirmava que uma mulher que usasse batom vermelho poderia ser acusada de bruxaria!
Max Factor, make-up artist de celebridades, inventou o brilho de lábios em 1930.
(^_^) A popularidade do Batom cresceu durante a Segunda Guerra Mundial graças à industria do cinema, em que a maquilhagem passou a ser uma rotina comum da mulher.
(^_^) Em 1950, o cientista Americano Hazel Bishop desenvolveu o primeiro Batom de longa duração (e sem manchar) do mundo.

Share This

Deixe uma resposta